Meu Mundo – Minhas Histórias
Colégio Estadual Semiramis de barros braga
COLÉGIO ESTADUAL SEMIRAMIS DE BARROS BRAGA
Colégio Marechal Cândido Rondon
COLÉGIO ESTADUAL MARECHAL CÂNDIDO RONDON
Colégio Estadual do Campo Antônio Lacerda Braga
Colégio Amyntas de Barros
Colégio Amyntas de Barros
COLÉGIO ESTADUAL AMYNTAS DE BARROS
Colégio Estadual Antônio Lacerda Braga
Mirage
COLÉGIO ESTADUAL ANTÔNIO LACERDA BRAGA

MEU MUNDO – MINHAS HISTÓRIAS – PROTAGONISMO JUVENIL EM REDE

É um Projeto selecionado em edital da Secretaria  de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – Programa Universidade Sem Fronteiras – e financiado com recursos do Fundo Paraná dentro da Área Prioritária: Melhoria do Ensino Superior. Subprograma: Inovação e Diversidade Cultural. Foi elaborado e é coordenado pela professora Dra. Solange Straube Stecz da Faculdade de Artes do Paraná – Campus II UNESPAR MEU MUNDO MINHAS HISTÓRIAS – PROTAGONISMO JUVENIL EM REDE – se insere no espaço de imbricamento entre as novas tecnologias digitais e o campo da educação, entendendo o audiovisual e a Internet como aliados didáticos dentro e fora da sala de aula. Utiliza-se de elementos da Educomunicação, campo de pesquisa, reflexão e intervenção social que busca compreender as inter-relações dos mais diversos tipos de conhecimento que se fundem nos campos da educação e da comunicação. Sua proposta central é o fortalecimento da educação cidadã e, como  projeto de extensão universitária, busca integrar ensino e pesquisa, associando o saber acadêmico ao saber popular. Tem como referência as discussões teóricas da Linha Cinema e Educação do GPCINE, Grupo de Pesquisa e Estudos do Cinema, vinculado ao Curso de Cinema e  Audiovisual da UNESPAR/Campus de Curitiba II, que investiga aspectos culturais, estéticos, econômicos, educacionais e políticos relativos ao cinema, objetivando os estudos e a divulgação do aprofundamento de trabalhos práticos e teóricos relacionados ao cinema e à educação, tendo a interdisciplinaridade como elemento central da correlação entre a academia e a sociedade. Alguns dos professores das escolas parceiras do projeto integram o GPCINE. O projeto assume também  as considerações do Fórum de Pró-Reitores de Extensão (Forproex, 2012),  que entende a extensão Universitária, “sob o princípio constitucional da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, é um processo interdisciplinar, educativo, cultural, científico e político que promove a interação transformadora entre Universidade e outros setores da sociedade. […] Extensão Universitária denota também prática acadêmica, a ser desenvolvida, de forma indissociável com o Ensino e a Pesquisa, com vistas à promoção e garantia dos valores democráticos, da equidade e do desenvolvimento da sociedade em suas dimensões humana, ética, econômica, cultural, social.” Visa trabalhar com os recursos de novas mídias e novas tecnologias da informação e comunicação na produção cultural junto a professores e jovens de Curitiba e Região metropolitana (Colombo, Pinhais, Lapa, Contenda) em um  espaço de compartilhamento que associe técnica, conhecimento e produção audiovisual. O projeto atua na apropriação e democratização do saber, objetivando criar novas possibilidades e condições para o uso de meios e tecnologias, o que inevitavelmente evoca a reflexão acerca do mundo em que vivemos e do mundo em que desejamos viver. Desta forma, os jovens atuarão como protagonistas das experiências audiovisual que visam a democratização dos meios de comunicação. Tornam-se pesquisadores, autores e produtores de suas histórias, que serão COMPARTILHADAS via internet.